Violência e Espiritualidade

 

   Ultimamente, o que mais temos visto não só na mídia, mas ao nosso redor, é a tão temida violência. Ela está nos jornais, nas revistas, na televisão, no esporte, na política, nos filmes e até mesmo em programas infantis e desenhos, que, ao invés de estimularem a criatividade e o mundo de imaginação da criança, incentivam a guerra e a violência pessoal.
   E não é só. Temos ainda a violência no campo rural, na fome, na mortalidade infantil, no trânsito, na prostituição adulta e infantil e até mesmo nos meios policiais.
Entretanto:

- Qual é a atitude que tomamos como pessoas de bem, diante desse tema?

    Discutimos o assunto com amigos, familiares, damos nossa opinião, achamos isso , achamos aquilo, concordamos com pontos de vista de um, discordamos de tantos outros, mas na realidade; a pura verdade é que não conseguimos fazer nada.
    A única atitude real que poderemos fazer será diante da “urna” , na época de votação, escolhendo algum candidato que queira representar a vontade do povo em melhorar a segurança desse país.

- Quais são as causas desta violência?

   São muitas, tais como ; a desagregação familiar, a falta de respeito ao próximo, a falta de educação, a falta de Espiritualidade,etc. Mas culpo também o excesso de Democracia, pois vivemos num País onde todos tem muitos direitos e nenhum dever. Porém, uma das principais causas da violência é a exclusão Social que pode ser de ordem econômica, social, cultural, patológica, ou de comportamentos destrutivos.

- Onde vai nossa parcela de contribuição nesta violência?

   Sabemos que, pela Lei de Ação e Reação, todos somos devedores, afinal de contas, quase todo dia cometemos um ato violento, mesmo que involuntário, nem que seja através do pensamento ou da maledicência contra o semelhante.
    Neste mundo Materialista onde todos querem tirar vantagem de tudo e de todos numa disputa desenfreada na busca de dinheiro e poder, deixamos cada vez mais de lado o amor e respeito ao próximo, a amizade sincera, a aproximação junto a espiritualidade, a crença em Deus, etc.

- O que falta para acabar com esse ciclo vicioso de agressões?

   Para acabar esse ciclo vicioso o ser humano deverá fazer uma reforma intima, uma verdadeira “faxina” ou seja, uma renovação interior nos modos de ser, de agir e de pensar.
   A humanidade modificando-se gradualmente conseguirá transformar-se a médio longo prazo o meio onde vive e consequentemente a comunidade que o cerca.

- Será que esta faltando mais educação; respeito; espiritualidade?

   Sem sombra de duvidas, pois só através da reforma intima estaremos revendo e reaprendendo conceitos de respeito ao próximo, responsabilidades, educação e estaremos colocando novamente dentro de nós a crença num poder superior que nos guia e nos rege que nada mais é do que a pura fé em Deus.

- Uma estatística consoladora e esperançosa.

  Na aritmética mundial somos 6 bilhões de encarnados no Planeta Terra; as pesquisas mostram que não existem exagerando ao extremo, o descalabro de 10% de criminosos sórdidos e repugnantes (o que é um número impossível de ser real...). Os outros 90 % de encarnados são relativamente bons, ou ao menos estão cumprimento as suas expiações e provas, ou seja, candidatos potenciais à reforma intima e uma possível regeneração.

Crescimento da população mundial

População
Ano
1 bilhão 1800
2 bilhões 1928
3 bilhões 1960
4 bilhões 1974
5 bilhões 1987
6 bilhões 1999
7 bilhões 2013
8 bilhões* 2016* 
* estimativa

 

 

“Nunca desista, se você não desistir nunca será derrotado”
                                                                   Pense Positivo Sempre.

   Muita Paz e Luz.
Valter Carmona