ARMADILHA  MENTAL





      Os tempos estão difíceis de se viver e conviver, alem do próprio problema que cada um tem de enfrentar sobre a sua própria encarnação, tem ainda que lutar contra alguns espíritos maléficos que se aproveitam das oportunidades para se infiltrar na vida de cada um e influencia-los com ideias erradas ou equivocadas, instalar o medo a insegurança e angustia, as vezes até o vicio.
      No entanto lembremos que as pessoas que são influenciadas por esse “mal”, não conseguem entender por diversas vezes a diferença entre o bem e o mal, não sabem diferenciar o que quer, o que sentem ou o que acham que sabem.
      A maioria dos espíritos obsessores trabalham na mente do irmão que eles atrapalham fazendo-o enxergar tudo a sua volta de uma maneira errada, negativa, mentirosa, confusa. E por mais que as diferenças sejam nítidas a pessoa fica tão encoberta com uma nevoa negra em sua volta que ela só atrai para si a negatividade, a tristeza, o ódio, o rancor e tudo mais de energia ruim.
      Quantas pessoas estão sendo diariamente atraídas para essa armadilha do mal e não se dão conta, só mais tarde quando se chega a pontos extremos e difíceis é que se dão conta que estão precisando de ajuda.
      E para sair desse ciclo somente a oração e o acreditar nos amigos espirituais que irão interceder e começar a agir a seu favor, buscando em Jesus o conforto e pedindo a Deus que a ajude a sair dessa armadilha macabra.
      Para as pessoas que caíram nessa armadilha ficou a pergunta;
porque aconteceu isso comigo? Quando? Como? e tantas outras indagações sobre os porquês...
      São muitas as possibilidades e os motivos que isso possa ocorrer.

- Falta de oração no dia a dia;
-Ajustes de vidas passadas ou resgates antigos com os devidos obsessores;
-Provas desta encarnação;
-Inimigos desta ou de outra vida e que hoje se fazem presentes em seu caminho;
-Negatividade, inveja ou o nome que queira usar para aquela energia ruim que esta sintonizado com você.

     Mas não importa o que é, como é, ou o porque aconteceu. O que temos que fazer é jogar fora todas as mascaras que usamos: a do orgulho, da vaidade, da prepotência, etc etc e orar com fervor para poder sair dessa teia de aranha, e pedir força e fé para poder suportar e conseguir voltar ser o que era no passado.
     Feridas ficarão, mas da mesma forma cessarão, o que importa é ter a esperança e a fé, e o acreditar que tudo ira passar.

     Fiquem com Deus, Jesus, e com os nossos amigos espirituais hoje e sempre.










DOMENICO LOUREIRO