UMA NOITE DE NATAL

 

      O Natal estava se aproximando mais uma vez e como todos os anos eu suplicava para o papai do céu, olhar para mim e me presentear com uma família onde eu pudesse ser adotado. Eu era uma criança agora com 07 anos de idade mas tinha sido deixada na porta de um orfanato pelo meu Pai que com a morte de minha mãe no meu nascimento ele achando que não conseguiria cuidar de mim deixou-me para adoção.
      O bem da verdade é que eu sempre me perguntava, porque eu não tinha uma família, porque eu crescia dentro de um orfanato, porque eu e outras crianças não tínhamos um lar de verdade.

      Os relatos das freiras que tomavam conta de mim no Lar de Crianças, dizia que eu era uma criança tranqüila, mas muito triste, porque não entendia qual era a razão que eu não tinha uma família como a maioria das pessoas. E todo Natal , dizia as freiras, que eu pedia fervorosamente para o Papai Noel que visitava o nosso orfanato, que eu não queria brinquedos eu queria uma família, um Pai uma mãe e ate mesmo uns irmãozinhos.

      Todos ficavam estranhamente entristecidos com o meu pedido que a cada ano era o mesmo. Quem tem uma família não sabe a verdadeira agonia e tristeza que é você não saber de onde veio ou o porque foi abandonado num orfanato. Os anos se passavam, até que um dia na véspera de Natal recebi a visita de um casal jovem que me trouxe um lindo Pônei Branco de madeira. Conversaram comigo e brincaram o dia todo, e ao final do dia me convidaram para passar o Natal e o Ano novo na casa deles. Eu fiquei feliz e aceitei e pelo que me lembro foi o Natal mais feliz de minha vida. A família era grande e tradicional e todos estavam felizes. E eu mais ainda deslumbrado com tudo aquilo.
      Chegou a meia noite e todos se abraçaram e começaram a trocar presentes e eu nem piscava de tanto deslumbre com aquelas cenas. Por fim quando pensei que tinha acabado, o casal levantou-se e me pegando no colo disse em voz alta.

                    “ amigos e familiares apresento a todos mais um membro de nossa família, este será de hoje em diante o nosso querido filho”.

     Eu ouvia aquilo e comecei a chorar de alegria , estava radiante feliz e agradecido porque o Papai do céu tinha ouvido minhas preces e tinha atendido o Papai Noel com meu pedido de natal.

     Daquele dia em diante cresci e dediquei todo o meu amor à aqueles meus pais que me mostraram a verdadeira felicidade e o verdadeiro amor.
     Hoje me encontro aqui do outro lado com outros amigos e familiares que chegaram antes de mim, mas que estamos sim todos juntos, uns ainda ai ,outros aqui, mas sempre ligados em nosso laço eterno de uma grande família espiritual, onde com certeza teremos outras oportunidades de encontro em outras vidas que virão.

      A Família é tudo que temos de melhor ao nosso redor, aprendamos a dar mais valor aos que nos cercam porque eles foram o presente que Deus nos deixou.
      Aprenda a ama-los do jeito que eles se apresentam para vocês, sejam pacientes, carinhosos e fraternos com eles.
      O natal esta ai mais uma vez e que desperte em todas as famílias o que Jesus nos trouxe com seu nascimento, que é o Espírito Natalino, a renovação e a fé ,a confraternização o amor mutuo, a paz e a esperança num novo amanhã.

      Que Deus e Jesus abençoe a todos.

JOÃO RIBEIRO