NA COMPANHIA DO MEDO

(Gothika, EUA - 2003)

     Atores: Halle Berry, Penelope Cruz, Robert Downey Jr., Charles S. Dutton.

     Direção: Mathieu Kassovitz

 

 

 

    

 

 

    A Dra. Miranda Grey (Halle Berry) é uma psiquiatra que trabalha no departamento de psiquiatria de uma penitenciária feminina. Durante a sessão de terapia com a paciente Chloe (Penelope Cruz), esta se diz vítima de torturas satânicas. Miranda, que é muito racional e não aceita o sobrenatural, julga que Chloe esta tendo ilusões causadas pelo excesso de drogas.

    No caminho para casa a Dra. Grey vê uma menina na estrada e sofre um acidente ao se desviar dela. Ao socorrer a garota acontece um incidente muito estranho.

    Três dias após o fato, Miranda acorda internada na penitenciaria em que trabalhava e descobre que matou o marido. Muito confusa, ela terá que lidar com acontecimentos que a sua racionalidade nunca aceitou.

     O filme aborda, embora de forma superficial e fantasiosa, algumas dos mais ricos temas do Espiritismo que são a obsessão, os distúrbios mentais, a mediunidade e a obsessão. Vemos no filme exemplos de vidência, audiência e Subjugação, além de levar o espectador a uma reflexão sobre a visão da medicina em relação aos distúrbios mentais.

     O roteiro é bem interessante e o filme dosa bem o suspense, o mistério e os dramas da personagem principal. Apesar dos exageros e inverdades é uma boa opção de diversão.