GRITOS DO ALÉM

Quero narrar a todos minha história de passagem para o mundo espiritual. Que ela sirva, se possível, de lição a muitos irmãos encarnados.
Eu, quando encarnado, era um homem sem muita fé e sem muita relação com Deus Nosso Pai Maior; não tinha hábito de freqüentar igrejas, cultos, seitas, doutrinas, enfim, nada que me levasse ao encontro com Cristo.
Tinha uma vida normal: me empenhava em grandes frentes de trabalho e não estudei o suficiente para melhorias intelectuais que pudessem me proporcionar trabalhos melhores.
Assim se passaram anos e as dificuldades apareceram em minha vida. Emocionalmente, tive muitas decepções, nunca fui correspondido pelas mulheres que amei e, até mesmo, fui traído. Financeiramente, nem falo, sem muito estudo não podia conquistar objetivos melhores. Quanto à saúde, também não era boa e para piorar o meu quadro, me entreguei à bebida, ao fumo, e às drogas.
Que desgosto...
Os poucos familiares e amigos que tinha se afastaram de mim. Foi quando comecei a ter idéias ruins: em vez de pedir ajuda, pensei em suicidar-me; eu apenas fui me entregando e afundando mais e mais nas ruínas do vício, até que cheguei ao ponto de um dia perambular próximo a uma grande encosta e subir ao alto de um penhasco.
De lá olhei para baixo e vi minha vida passar como um filme, me mostrando que nada fiz de bom, nem a mim e nem a ninguém em minha volta. Senti e ouvi, no fundo de minha alma, algo ou alguém a dizer de longe para não fazer aquilo, mas não dei ouvidos e me atirei, caindo na encosta marítima.
Do que me lembro, aquele ato foi somente o que ficou em minha lembrança como a ultima película do filme da minha vida. Gravado dentro de mim, aquele mesmo filme horrível passava repetidas vezes em minha mente.
Muito ou pouco tempo depois, não sei ao certo, me vi dentro de uma gruta fria , escura, de onde não conseguia sair; só escutava gemidos, e tudo se passava novamente em minha mente. Isso durou por muito e muito tempo.
Um dia ou noite, nem sei ao certo, uma enorme luz maravilhosa surgiu em minha frente e me tirou daquele lugar escuro e sombrio. Fui levado por uma linda silhueta de mulher, em trajes estranhos, muito luminosos. Fui para uma espécie de carro que me levou para um lugar muito bonito, onde estou até hoje sendo orientado e recuperado de tudo de errado que fiz a mim mesmo, em primeiro lugar. Aqui aprendo a dar valor a cada minuto de uma nova aprendizagem.
Hoje estamos em caravana visitando lugares maravilhosos que ensinam a seguir o Evangelho do Cristo e aproveitei esta oportunidade para passar meu depoimento a todos, para que não jogueis ou atireis vossas vidas ao nada. Lutai e perseverai no aprendizado para vós mesmos, pois no amanhã colhereis frutos do plantio de hoje. Se a árvore da vida for bem plantada, os primeiros a colher os frutos dessa árvore sereis vós mesmos que a plantastes, e o fruto irá cada vez mais fortalecer-vos no amanhã.
Apegai-vos a uma doutrina de vida que vos leve para o caminho reto nos braços de Deus Nosso Pai; guiai-vos por aquele mentor que está sempre ao vosso lado ( no último suspiro de minha vida, eu não lhe dei atenção). Ficai sempre ligados nas orientações de Jesus Nosso Fiel Irmão, guia e modelo de nossa vida.
Reparai-vos sempre daquilo que fizestes de errado ontem; retratai-vos nas coisas e atos errados de hoje, para colherdes o amor no amanhã.
Ficai no amor dos irmãos fraternos e sempre com Jesus em vossos corações.

CLEVERSON DE SOUZA