Publicado pela primeira vez em 1859, este livro é uma espécie de introdução ao estudo da Doutrina Espírita, um manual que discorre sobre os pontos fundamentais do Espiritismo, em linguagem fácil e acessível a todas as inteligências.
     Divide-se em três capítulos.
     O primeiro, sob a forma de diálogos com um crítico, um cético e um padre, traz respostas àqueles que desconhecem os princípios básicos da Doutrina, bem como apropriadas refutações aos seus contraditores.
     O segundo capítulo expõe partes da ciência prática e experimental caracterizando-se como um resumo de "O livro dos médiuns".
      O terceiro capítulo é uma síntese de "O livro dos Espíritos", com a solução, apontada pela Doutrina Espírita, de problemas de ordem psicológica, moral e filosófica com que se debatia a humanidade.