Esta é uma história fascinante de um grupo de amigos que se comprometeram antes de encarnarem, com um trabalho que iriam desenvolver no plano físico, seria a construção e gerenciamento de uma fazenda para ajudar ao próximo. Sendo que esta teria as mesmas características da colônia Espiritual que estava situada acima dela no plano astral, uma espécie de “portal” entre os dois planos - físico e espiritual.
      Sob o comando do mentor espiritual responsável pela colônia, reuniam-se semanalmente os médiuns e centenas de espíritos que eram trazidos para aquele encontro esclarecedor e importante, chamado de - Último Encontro - onde um irmão espiritual era escolhido para relatar uma passagem importante ou um resumo de sua vida terrena, no qual mais marcou sua encarnação.
      Nesse encontro diversas histórias são narradas sobre: vaidade, arrogância, orgulho, traição, inveja, tristeza, vingança, cobiça, ganância, falta de fé, etc. O interessante é que todos os outros que estão ali presentes ouvindo a narrativa, sentem-se como se olhando num espelho, porque muitos se vêem dentro das próprias histórias ali narradas; o que mudava de uma para outra eram os personagens, as localidades, os cenários, as finalidades ou fatos, mas no fundo eram muito semelhantes umas as outras.
      Ao termino de cada narrativa o mentor espiritual explica e exemplifica os acontecimentos de cada história, não só sugerindo e advertindo, mas acima de tudo amparando e trazendo esperança para cada grupo de espíritos que ali foram trazidos para aquela verdadeira escola de vida a céu aberto.